Portal Icó News - Credibilidade é Tudo!

Sábado, 04 de dezembro de 2021
MENU

Coluna

NOSSA SENHORA DA EXPECTAÇÃO DO Ó DOS ICÓS

A CAPELA DA INÍCIO A TUDO!

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A historicidade icoense data de 1683, com a chegada de 40 homens, comandados por Bartolomeu Nabo Correia, a mando da Coroa Portuguesa para explorar a vasta e rica região. Esses homens eram chamados de "Os Homens de São Francisco."

No período, foi levantado o primeiro Arraial, chamado de Arraial dos Fonsecas ou Arraial  Velho, sendo que este não prosperou.  Pouco tempo depois, eleva-se o segundo Arraial, chamado de Arraial dos Montes ou Arraial Novo. 

Após a morte de uma das filhas do Coronel Francisco de Montes e Silva, a esposa do mesmo pede para seja heregida uma Capela em homenagem a Nossa Senhora da Expectação do Ó, em 1709, para sepultar os restos mortais. seu pedido é atendido prontamente pelo Coronel, uma vez que o mesmo compra 1/2 (meia) légua de terras e constrói. 

A partir da edificação da referida Capela, dar-se início construção da urbe, que vinha a ser a Vila do Icó, em 04 de maio de 1738 e  consequentemente, em 25 de outubro de 1842, a categoria de cidade. 

A Carta Régia de criação da Vila do Icó, datada no parágrafo acima, determinava o  traçado das ruas, instituição do Senado (equivalente Câmara, hoje), elevação do Pelourinho,outros. Três ruas foram foram constituídas ao redor da Capela: a Rua da Corte, atual Av. Ilídio Sampaio ou Rua Grande, onde só residia pessoas nobres; Rua de Serviço, atua Rua General Piragibe ou do Meio e a Rua do Comércio, atual Dr. Inácio Dias ou Rua Larga.  A última, foi durante décadas, o maior centro comercial de toda Província. Pois ali, se realizava as maiores feiras de gado e outros produtos produzidos no Nordeste, era ali também que a Estrada Geral do Jaguaribe e as Estradas das Boiadas, ligando o Litoral a Região dos Inhamuns e aos Estados do Pernambuco, Piaui.

Icó é Patrimônio Nacional desde 1998 e, devido a sua secular e rica história, lendas, costumes e crenças, é um lugar de pesquisas, estudos diversos, visitação e inspiração diária.  Sua Arquitetura em estilos Barroco Sertanejo, Colonial, Neoclássico e Eclético, constituindo patrimônios material e imaterial, torna Icó em um verdadeiro Museu a Céu Aberto. 

 

Fonte/Créditos: Memorialista Cláudio Pereira

Créditos (Imagem de capa): IMAGEM EXTRAÍDA DA INTERNET

Comentários:

Publicidade
Publicidade

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )